Tecendo Leituras promove bate-papo sobre produção cultural afro-brasileira - Celeiro Cultural

Breaking

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Tecendo Leituras promove bate-papo sobre produção cultural afro-brasileira


Neste sábado, 17, a partir das 17 horas, o projeto Tecendo Leituras promove um bate-papo sobre produção cultural afro-brasileira. A ação será online, por meio do Google Meet. O Tecendo Leituras é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio do ProAc (Programa de Ação Cultural do Estado de SP), executado pelos coletivos Sarau dos Amigos e Associação Celeiro Cultural, e apoio da Prefeitura Municipal de Ilha Solteira, através da Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand.


O encontro será comandado pela educadora e produtora cultural Cláudia Borges, que falará sobre a produção cultural afro-brasileira em Ilha Solteira. Participam da conversa a estudante de Ciências Sociais Luana Guimarães, a escritora e compositora Karina Limsi e a turismóloga Bruna Novais.


Para participar, o interessado deve mandar um e-mail para culturailhasolteira@gmail.com, informando nome, idade e interesse na participação. No dia da ação, a partir das 16h30, todas as pessoas interessadas receberão o link da reunião por e-mail. E-mails enviados após este horário não serão considerados.


A programação do Tecendo Leituras de julho terá outras ações voltadas à Literatura Afro-brasileira. No dia 24, haverá uma nova edição do Clube de Leitura “Ler É Viver”, que será sobre o livro “Úrsula”, de Maria Firmina de Jesus. E no dia 31, haverá uma nova edição de Sarau dos Amigos Online, com performances artísticas e leituras de textos.



Tecendo Leituras – Em parceria com a Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand, o projeto Tecendo Leituras visa realizar uma grande programação cultural e artística que tem como objetivo promover o incentivo à leitura. A programação inclui saraus, bate-papos, oficinas e contações de histórias, além das reuniões mensais do Clube de Leitura Ler É Viver. A Biblioteca entra como espaço de referência das ações, mas, por conta da pandemia, a programação acontece de maneira remota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário