"Impreciso" - Thiago Pereira dos Santos - Celeiro Cultural

Breaking

quinta-feira, 25 de abril de 2019

"Impreciso" - Thiago Pereira dos Santos


Fogo que corre em círculo
Tem um alvo a atingir
Destrói frágil vínculo
Rapidamente deixa de existir
O que sobra é rastro
Mas do fogo ou do alvo?
Eles fizeram amor ao alastro
Nenhum teve a vida a salvo
O fogo foi o réu?
Ou foi herói?
Jaz incréu
O que se destrói
Quantas respostas
Não podem ser dadas
E se fixam no espaço
Contrapostas, 
Justapostas, 
Sobrepostas, 
Indispostas
Incertas, 
Jogadas
Sempre faltando um pedaço
Essa peça que falta
Quem dera a tivesse
E te libertaria
Quem dera a tivesse
E tudo se acalmaria
Quem dera a tivesse
E um final justo esse poema teria.

Thiago Pereira dos Santos
(texto do Sarau dos Amigos de 22/03/2019)

Nenhum comentário:

Postar um comentário