Clube de Leitura fará encontro especial para celebrar 5 anos de existência - Celeiro Cultural

Breaking

terça-feira, 18 de julho de 2017

Clube de Leitura fará encontro especial para celebrar 5 anos de existência


Nesta sexta-feira, 21, a partir das 20 horas, no Ilha Shopping, os membros do Clube de Leitura “Ler É Viver” se reunirão para um encontro especial. Os participantes farão um sarau especial para comemorar os cinco anos de existência do Clube, que foi fundado em julho de 2012. Qualquer pessoa interessada pode participar da celebração.

Na ocasião, todos os membros do Clube de Leitura levarão um dos mais de 40 livros lidos ao longo destes cinco anos. Eles selecionarão trechos das leituras para recitarem durante o sarau, que será uma grande confraternização para celebrar o sucesso da ação. Edilva Bandeira, mediadora do Clube, afirmou que uma data emblemática como esta não poderia passar em branco. “Escolhemos fazer um encontro especial porque o Clube de Leitura é um projeto vitorioso, pois foi a partir dele que várias outras ações na área da literatura começaram a acontecer em Ilha Solteira. Em todo este tempo, fizemos amizades, firmamos parcerias e celebramos o livro, seus autores e suas histórias fantásticas”, comemora a Mestra em Estudos Literários.

O Clube de Leitura “Ler É Viver” surgiu como um desdobramento da oficina “A Importância dos Clássicos na Formação Humana”, realizada por Edilva Bandeira pelo Projeto Paiaguás de Oficinas Culturais, do Departamento Municipal de Cultura. Durante a oficina, muitos participantes comentaram sobre como seria bom se houvesse a oportunidade de se realizar reuniões esporádicas para conversar sobre livros. Edilva levou a ideia adiante e, ao lado da produtora cultural Fabiana Alves, do jornalista André Santana e do videomaker Evandro Leroes, deu início às atividades do Clube. A partir de julho de 2012, começaram as reuniões mensais, que aconteciam na Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand. A partir de 2014, o Clube se tornou itinerante, passando a se reunir em vários pontos da cidade, até se fixar no Armazem Café do Ilha Shopping em 2015.

Além dos encontros mensais, o Clube de Leitura passou a participar e organizar outras ações culturais em Ilha Solteira. Foi a partir do Clube que começaram as atividades da Associação Celeiro Cultural, que organiza eventos como o Sarau dos Amigos, o projeto PNE – Poesia nas Escolas, o Encontro das Quebradas, o projeto Protagonismo Digital e a FLIS – Festa Literária de Ilha Solteira.


Leituras do Clube de Leitura – De julho de 2012 a julho de 2016, os membros do Clube de Leitura “Ler É Viver” leram e conversaram sobre as seguintes obras: "Orgulho e Preconceito", de Jane Austen; "O Pacto", de Joe Hill; "Terras do Sem-Fim", de Jorge Amado; "Os 100 Melhores Contos"; "A Batalha do Apocalipse", de Eduardo Spohr; "Morte Súbita", de J. K. Rowling; "As Melhores Poesias"; "Geração Zero Zero"; "O Silêncio das Montanhas", de Khaled Hosseini; "Madame Bovary", de Gustave Flaubert; "São Bernardo", de Graciliano Ramos; "Caim", de José Saramago; "Inferno", de Dan Brown; "A Sombra do Vento", de Carlos Ruiz Zafón; "Os Catadores de Conchas", de Rosamunde Pilcher; "Cem Anos de Solidão", de Gabriel García Márquez; "As Vantagens de Ser Invisível", de Stephen Chbosky; "O Oceano no Fim do Caminho", de Neil Gaiman; "A Revolução dos Bichos", de George Orwell; "Perto do Coração Selvagem", de Clarice Lispector; "Quarto de Despejo", de Maria Carolina de Jesus; "Viva a Música!", de Andrés Caicedo; "Assassin's Creed - A Cruzada Secreta", de Anton Gill; "Geração 90"; "1984", de Goerge Orwel; "As Meninas", de Lygia Fagundes Teles; "Um Ano", de Juan Emar; "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupéry; "Assim Falou Zaratustra", de Friedrich Nietzsche; "As Luzes de Setembro", de Carlos Ruiz Zafón; "A Casa do Céu", de Amanda Lindhout e Sarah Corbett; "A Garota no Trem", de Paula Hawkins; "A Teus Pés", de Ana Cristina Cesar; "Deuses Americanos", de Neil Gaiman; “A Mulher que Escreveu a Bíblia”, de Moacyr Scliar; “Enclausurado”, de Ian McEwan; “Mar Morto”, de Jorge Amado; “Para Educar Crianças Feministas”, de Chimamanda Ngozi Adichie; e “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos. Em agosto, o livro será “Budapeste”, de Chico Buarque.

2012

2013

2014

2015

2016

2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário