Especial Clube de Leitura: Projetos e ações especiais - Celeiro Cultural

Breaking

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Especial Clube de Leitura: Projetos e ações especiais

FLIS: Festa Literária de Ilha Solteira foi idealizada no Clube de Leitura

Não seria nenhum exagero dizer que o Clube de Leitura “Ler É Viver” ajudou a modificar, consideravelmente, o cenário da literatura na cidade de Ilha Solteira. As reuniões do Clube serviram para unir pessoas que gostam dos livros e, a partir daí, foram feitas importantes parcerias, que culminaram em outras ações culturais, mexendo com o cenário cultural da cidade.


Entre as muitas ações culturais que surgiram a partir do Clube de Leitura, estão os “filhotes” do Clube: o Clube do Filme e o Clube de Leitura Jovem. No primeiro, amantes do cinema passaram a se reunir esporadicamente para assistir a um filme e, em seguida, conversar sobre ele. O Clube do Filme começou com a exibição de “Tudo Pode Dar Certo”, de Woody Allen, no Cine Paiaguás e, depois, outras reuniões foram realizadas na Escola Arno Hausser, dentro do projeto Escola da Família. Mais tarde, o Clube do Filme foi integrado às ações do Ponto Jovem, projeto cultural desenvolvido pelo produtor e estudante Evandro Leroes. O princípio se manteve, e o Clube do Filme passou a ser frequentado por adolescentes, que sugeriam filmes, assistiam e promoviam debates sobre eles.


Clube do Filme: o primeiro "filhote" do Clube de Leitura

No Clube do Filme, muitos filmes foram vistos e debatidos


Jovens se reuniram em tardes de domingo para uma sessão de cinema



O Ponto Jovem, aliás, também foi o responsável por outro “filhote” do Clube de Leitura, o Clube de Leitura Jovem. O produtor Evandro Leroes passou a reunir adolescentes para conversar sobre livros que interessavam a eles, expandindo o universo do Clube e agregando um público que o Clube tradicional não contemplava. Atualmente, tanto o Clube do Filme quanto o Clube de Leitura Jovem estão em pausa, mas há planos de retomá-los em breve.

Clube de Leitura Jovem: outro desdobramento do Clube

Adolescentes leram muitos livros no Clube Jovem


O Clube de Leitura “Ler É Viver” também foi a origem de um grande evento literário que, aos poucos, começa a deixar a sua marca no calendário oficial de eventos de Ilha Solteira. Trata-se da FLIS, Festa Literária de Ilha Solteira, que já emplacou três edições com muitas atrações. As duas primeiras edições da FLIS contaram com uma programação que ocupou o Cine Paiaguás, a Praça dos Paiaguás e a Biblioteca Municipal Assis Chateaubriand. Foram shows, saraus, exibição de filmes, apresentações de teatro, palestras e oficinas, além de uma feira de livros organizada pela Livraria Cabana. Uma das atrações foi o escritor João Silvério Trevisan, autor de “O Rei do Cheiro” e “Ana em Veneza”, que falou a todos sobre seu processo criativo. Já a 3ª edição da FLIS teve um formato diferente, toda realizada na Biblioteca, mas também contou com boa adesão dos munícipes e envolvimento das escolas de Ilha Solteira. E vale lembrar que o Clube de Leitura realizou reuniões dentro da programação das três edições da FLIS: na primeira, em 2013, a conversa foi sobre “Morte Súbita”, de J. K. Rowling; na segunda, em 2014, o papo foi sobre “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez; e na terceira, em 2016, o grupo debateu poesias do livro “A Teus Pés”, de Ana Cristina Cesar.

A FLIS promoveu bate-papos com escritores de Ilha Solteira


O escritor João Silvério Trevisan participou da 2ª FLIS, em 2014

A Livraria Cabana promoveu uma Feira de Livros na FLIS

O escritor Reynaldo Bessa ministrou oficina na 1ª FLIS

Os atores Paulo Jordão e Melissa Nascimento também participaram da FLIS

Clube de Leitura promoveu encontro especial na FLIS 2014


Além disso, o Clube de Leitura também participou e apoiou outros eventos e ações. Seus integrantes participaram com muita regularidade do Sarau dos Amigos, realizado entre 2015 e 2016 na Praça dos Paiaguás. Isso sem falar nos integrantes do Clube que resolveram se aventurar pelas letras e lançaram seus próprios livros. A professora Marimar Souza lançou suas obras “Viver É Poetizar”, “Viver É Poetizar – Memórias” e a Coleção “Bichos Espertos”, cujos eventos de lançamento foram prestigiados pelos participantes do Clube. A professora Maria Ivanilda também contou com a presença do Clube no lançamento de seu livro “Do Abismo ao Paraíso”. E o jornalista André Santana lançou seu livro “Tele-Visão: A Televisão Brasileira em 10 Anos” em uma das reuniões do Clube de Leitura.


O Sarau dos Amigos também contou com a presença do Clube de Leitura

Marimar Souza, membro do Clube, já lançou vários livros

Maria Ivanilda lançou o livro "Do Abismo ao Paraíso"


Como se vê, as atividades do Clube de Leitura “Ler É Viver” não se resumem, apenas, aos encontros para tratar de obras literárias. Muitos projetos e ações nascem a partir dos encontros do Clube. E muitos mais virão, sem dúvidas!

Luau de encerramento FLIS 2014

Luau de encerramento FLIS 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário